Desculpas

Eu sei que ainda está aqui.

Faz 1 ano já que te deixei, mas continuas aqui.

Tu lembras de como me ensinou a sorrir? Como me fez ver cores pela primeira vez?

Eu me lembro de quando te mostrei uma musica triste pela primeira vez, e como te contei sobre como me sentias. De alguma forma aquilo não te assustava. Tu achavas bonito, eu me lembro.

Te mostrei o pôr-do-sol limitado e prometi que te esperarias lá. Desculpa, mas não vou. Espero que não vá também.

Meu bem, eu não vou.