Como dar um feedback útil em 5 minutos

Muitas empresas são péssimas em dar feedback. Eles esperam até o final do ano para fazer reuniões intermináveis e distribuir um formulário que atribui uma pontuação para a forma como o ano inteiro foi.

Imagine se aplicamos esse mesmo conceito ao casamento, à criar os filhos ou à amizade? Eu posso apenas imaginar minha esposa dizendo uma noite sobre o jantar, “Amor, aqui está a sua avaliação para o mês de janeiro. Você ganhou nota 7, porque você chegou atrasado para o jantar três vezes. Você pode fazer melhor!”

Não é exatamente um discurso motivacional.

O objetivo final do feedback é melhorar o comportamento futuro. Você não pode mudar o passado para dar isso imediatamente. Feedback é orientado para o futuro.

Aqui estão algumas dicas práticas para fornecer feedback:

As pessoas QUEREM feedback.

O feedback é uma parte normal do trabalho e da vida.

O feedback é tradicionalmente visto como negativo. Pode ser facilmente positivo.

Tanto o feedback positivo quanto o negativo são importantes.

Feedback é ótimo para o funcionário, mas ainda melhor para o supervisor.

Feedback é para ser dado ao longo do tempo, em vez de só uma só vez.

O feedback contínuo pode transformar uma organização.

O feedback é melhor quando dado perto de quando o comportamento ocorreu.

O feedback é melhor dado pessoalmente.

VEJA UM EXEMPLO:

Supervisor: Oi Carlos, tudo bem? Posso te dar um feedback?

Carlos: Claro.

Supervisor: Quando você começou a reunião de ontem, foi muito importante para a equipe a retrospectiva que você fez sobre as etapas que já percorremos no projeto. Obrigado.

Carlos: Sem problemas, foi uma reunião bem produtiva.

Isso é possível? A melhor parte é que só leva um segundo. Você também pode fazer.

Quando foi a última vez que você recebeu feedback útil?


Originally published at Brasil Produtivo.

Like what you read? Give Brasil Produtivo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.