Vamos supor
Vamos supor que eu te ame
E nisso, você me rejeita
Com isso, você me destrói
Por isso, tudo se ajeita
E depois, tudo se reconstruir
Vamos supor que eu te amo
E pra você, eu não seja nada
Para mim, você é uma cilada
E para nós, seremos nada
Vamos supor que eu me ame
E assim, eu não mais me angane 
Para que depois, eu posso compreender 
E assim conseguir entender
Que eu deveria ser mais por mim
Do que qualquer coisa por vc
Like what you read? Give Brenu Sodré a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.