Foram-se os likes…

Será que algo de fato mudou?

BR Media Group
Jul 25 · 2 min read

O like (ou curtida) pode ser definido como um apoio dado por um usuário para o conteúdo digital produzido por outro usuário. Quando aplicado a uma rede social como o Instagram — cujo objetivo é conectar pessoas de acordo com interesses em comum pautados pelos hábitos de consumo de conteúdo dos usuários — , o conceito de like funciona como um dos critérios para o algoritmo desenvolvido pelo Facebook para dar visibilidade, ou não, a um conteúdo.

Este algoritmo desenvolvido pelo Facebook, — que é mais secreto que a receita da Coca-Cola — entre muitas características, sustenta um mecanismo de dispersão de conteúdo em um formato “boca-a-boca” digital. Esse “boca-a-boca” acaba sendo, majoritariamente, baseado no conceito do like para determinar a relevância do conteúdo para um usuário e sua comunidade próxima de interesses comuns.

A ausência da contagem de likes sob cada conteúdo no Instagram não alterará o algoritmo, porque a ação de curtida do usuário não depende daquele número, mas sim do seu desejo do endossar um conteúdo que é relevante para ele. A alteração nos likes ainda permite que o usuário veja quem curtiu uma publicação, fator importante quando falamos de Key Opinion Leaders, ou formadores de opinião que levam usuários a consumir um determinado conteúdo.

No entanto, a eliminação do número de likes no feed do Instagram mascara ainda mais a lógica por trás do algoritmo do Facebook; lógica essa que, em seu cerne, busca aproximar usuários, mas também é uma ferramenta de marketing poderosa para distribuição de conteúdo publicitário na plataforma — o algoritmo que define para quem o Instagram mostra ou não um publi post.

O que muda para as marcas e influenciadores agora ?

Nós acreditamos que o paradigma continua o mesmo. O número de likes pode não estar mais disponível na versão mobile do Instagram, mas os dados permanecem ativos submetidos à lógica do algoritmo, não afetando os analytics e, portanto, a forma como medimos os resultados finais de um post — publicitário ou não.

O que deve ser enfatizado neste caso não é o número de likes, mas a forma como os conteúdos devem ser produzidos e veiculados na plataforma, sendo o intuito não somente ganhar curtidas, mas gerar uma conexão com o usuário que consome estes conteúdos — o que fará com que ele seja exponencialmente exposto para outros usuários.

Escrito por Lina Andreosi, Community Manager do MIS.

Insights de André Amâncio de Moraes, Head of Technology da BR Media, e Clara Castro, MIS Intern.

BR Media Group

Written by

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade