Gaiola das Bibliotequeras!

Faço paródias pra Biblioteconomia e seus objetos de estudos, gosto de desafiar o status quo acadêmico e também faço pra despistar o crescente faniquito que o curso anda causando tanto em mim, quanto nos colegas graduandos. Vou reunir as paródias aqui, elas estão postadas no Facebook, mas merecem o momento de Bibliotequices, pois é óbvio que tenho gosto de fazer parte dessa babaquice toda.

A música de base é essa aí embaixo, esse clássico singular da música brasileira feita por Marcelo Adnet:

A de AACR¹

B de Bibliotecário

C Catalogação e

D de Dewey

E nas estantes, aqui tá tudo arrumado

F de Fontes

G é de gestão de alguma coisa

H é U quando tem algo errado²

I Indexação, tá ligado?

J já é, vou estudar no feriado

K aquele riso mais que desesperado

L era o Layout que o engenheiro jogou de lado

M daquela coisa horrenda chamada multa

N de “não sei”, quando a prova final é de consulta

O do Otlet, foi muito camarada

Paul simplificou os esquema, classificou as parada

Q vai ser uma questão nada complicada

R oh meux quiridux, quais são as leis de Ranganathan?

S é de Sanborn[4], sem ela Cutter era fracassado

T é aquele troço³ que todo mundo foge apressado

U Unidades de Informação, onde eu trabalho

V e F na prova é de quebrar o raio da bicicreta ou

X na única opção que não parece certa

Zen fiquei, depois que mais um semestre terminei [5]

O resto das letras, não sei mais o que rimar aqui

Faltei um tanto na sexta-feira, mas não ganhei um F.I. [6]

(Bota a nota, bota a nota, bo-bo-bota a nota no CAGR [7] aí!)

Ia ter mais o segundo verso, mas tou formulando ainda. A letra é enoooooooorme!!

===xxx===

¹ — AACR ou Código de Catalogação Anglo-Americano é um dos manuais base para a catalogação feita aqui no Brasil. A gente usa a AACR2 (2ª edição com adições no nosso idioma e uns trem legal), mas como os EUA é quem manda nessa powha, logo algum dia, talvez, daqui a pouco, tipo agora vai mudar pro RDA — porque a Biblioteca do Congresso Americano é uma chatinha e gosta de ficar mudando de código o tempo todo… — Particularmente esse manual me fez querer queimar propositalmente um tomo de quase 600 páginas com todos os requintes de prazer e piromania.

² — H.U. Hospital Universitário. Preciso dizer mais?

³ — O troço é o tal do TCC. pode se contorcer e tremer de medo agora.

[4] Kate E. Sanborn ajudou Charles Ammi Cutter a fazer uma tabela que designasse a localização do livro na estante (Aquele conjunto de números e letras na lombada dos livros, sabe? Aquilo ali é feito com uma tabela muito bizarra). Só que os historiadores ESQUECEM DESSE DETALHE e continuamente é dificil achar um site de fonte confiável que cite o nome da Sanborn como co-autora da tabela. Os créditos como sempre vão pro marmanjo…

[5] Esse verso foi contribuição de livre e espontânea vontade da colega de Biblio Márcia Cardoso, salvou o verso com essa rima!

[6] — F. I. Falta Injustificada, isso não te reprova no curso (Mas sim na disciplina), mas ferra com teu histórico acadêmico e não deixa você pegar mais estágio algum na vida.

[7] CAGR — plataforma interna que graduandos, servidores, docentes e demais pessoas vinculadas à UFSC usam diariamente para administrarem as coisas.