eu to me esquecendo da tua cara quando gozava

esquecendo do tom da sua voz quando brigava

está sumindo o som da sua risada quando ganhava

estou perdendo o cheiro que deixava quando me abraçava

já não lembro como você me ganhava

eu sei que me puxava pela cintura e me elogiava

mas também sei que quando precisei, você não estava

eu te dizia que o amor tarda mas não falha

você nem acreditava

falava que o amor era nós dois e mais nada

mas se afastou e me cortou como uma navalha

agora me obrigo a te esquecer a cada dia

deixei de escutar o que você curtia

já não procuro os livros que você lia

quero que você seja apenas, uma poesia

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.