Pessoas são como pássaros.

Sempre tive uma relação complicada com pessoas -tímida demais para fazer amigos ,esquisita demais .

Mas eu tinha algumas amigas no fundamental I e II . Meninas que tinham os mesmos problemas que os meus. Tão excluídas como eu , parecidas comigo .

Mas uma delas ,em especial ,era a J*. A gente tinha os mesmos gostos ,a mesma cabeça . De cara viramos melhores amigas .

Mas um dia a Jade se sentiu presa demais pelo meu jeito de ser ,incomodada demais ,e se foi .

Ela era o meu pássaro ,saca ? Mas um pássaro livre. Eu nunca a obriguei a ficar.

Mas chegou um momento em que eu comecei a sufoca-la . Em que nossas ideias não batiam mais . Nos desentendemos.

Eu meio que queria impor minhas ideias em cima dela ,e ela se sentia sufocada .

Mas ao mesmo tempo eu precisava dela ,precisava ,ela era uma das poucas amigas com as quais eu ainda tinha contato . Eu desenvolvi dependência emocional nesse momento .

Eu sem querer estava a prendendo numa relação que não era confortável pra ela.

A questão central desse texto é : eu não consigo deixar as pessoas irem.

Eu tento solucionar o conflito, peço desculpas ,prometo que mudarei ,ou às vezes faço chantagem .

Eu as prendo ,sem me dar conta ,na maioria das vezes .

A minha necessidade de ter alguém pra projetar minha extrema dependência emocional ,e alguém que me aceite como eu sou ,é constante . É um vício .

E eu muitas vezes acabo colocando as pessoas em gaiolas .

As prendendo ,por medo de não conseguir mais amizades por causa da depressão ,da timidez .

Do que adianta um rouxinol belo e aprisionado ? Do que adianta eu gostar de uma pessoa e prendê-la ? Se eu gosto dessa pessoa ,eu quero que ela se sinta bem,correto ?

Mas a necessidade desesperada de ter amizades me faz prender as pessoas . O meu pouco contato social também .

Mas eu havia me esquecido ,até hoje ,que existem pessoas que me aceitam como eu sou . Que são pássaros ,livres . Que desejam a minha companhia .

Eu só era orgulhosa demais para admitir isso ,tinha medo de incomodar ,tinha medo dos meus papos as deprimirem também .

Aprisionar um pássaro já acostumado a voar é errado . Assim também são as pessoas .

Eu tento me moldar pra me adaptar ,me encaixar em algum grupo ,mas no fim ,eu me encaixava sim.

Eu tenho amigas que escolheram sair comigo ,que se importam comigo .

Eu tenho pessoas que sei que me aceitam ,sabem todos os meus defeitos ,e não vão me abandonar .

Cabe a mim encontrar meus pássaros ,mas não , prendê-los .

Pessoas que fiquem por escolha .

Por gostar de mim.

Pessoas que conversem comigo caso haja um problema em nossa relação .

Mas pessoas são pássaros ,são livres ,e podem me abandonar também .

E eu preciso aprender a lidar com isso .