Ola Bruna, tudo bem?
Alberto Neto
1

Oi Alberto! Eu estou bem, obrigada e você?

Primeiramente, gostaria de agradecer seu comentário, foi muito profícuo! Aliás, quem seria o filósofo alemão responsável por essa reflexão interessantíssima? “Algumas pessoas nascem póstumas”. Achei isso fantástico, é muito forte pensar nessa relação tão oposta e complementar entre vida e morte. Sou obrigada a concordar com você, a empatia, manifesta em tantas facetas, é realmente importante para a integração de uma sociedade. Do contrário, os sujeitos acabam isolados nas próprias vivências. Nesse aspecto eu concordo muito com a teoria da interdependência humana de Norbert Elias, acredito que os indivíduos se orientam e unem por necessidades intrínsecas. Não sobreviveríamos sozinhos. Diante disso, a empatia é essencial. Lamento muito que alguns explorem esse caráter contagioso dela, que você mesmo descreveu, para propósitos danosos, distorcendo informações ou manipulando certos fatos.

Enfim, muito obrigada pelo comentário, fico muito feliz que você tenha gostado do texto!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.