O Lado Feio do Amor | Colleen Hoover

Colleen Hoover nos convida a conhecer “o lado feio do amor” através da relação de Tate e Miles em capítulos que se alternam entre as personagens e ambos em primeira pessoa. Tate narra o presente e Miles o próprio e terrível passado há 6 anos.

Tudo começa com Tate que se muda temporariamente para o apartamento do seu irmão Corbin em São Francisco, para se dedicar ao mestrado em enfermagem. O livro contém algumas cenas engraçadas e de cara, Tate encontra Miles completamente bêbado e desmaiado na porta do apartamento e não sabe o que fazer. Sem dúvidas é um começo inusitado para duas pessoas que vão conhecer um amor intensamente forte e frágil ao mesmo tempo.

Quando Miles e Tate são devidamente apresentados por Corbin, não conseguem esconder a atração que sentem um pelo outro quase que instantaneamente. Miles é extremamente reservado e não se relaciona com ninguém há 6 anos, e Tate é uma garota certinha e estudiosa que se derrete pelo jeito cheio de mistérios de Miles.

Ela quer se dedicar aos estudos sem distrações, e ele é dedicado à profissão então ninguém quer ter um relacionamento sério, apenas sexo para relaxar as tensões. Então Miles resolve abrir uma exceção para Tate e propõe terem uma amizade colorida onde há duas regras: 1. não perguntar sobre o passado e 2. não esperar um futuro. Ou seja, não se apaixonar. Tudo isso escondido do irmão que não pode nem sonhar que o melhor amigo está pegando a irmãzinha querida dele.

E então a autora nos apresenta duas personalidades típicas nesse romance, a Tate que aceita o acordo na esperança de que ele se apaixone por ela com o tempo, e o Miles que quer apenas sexo e luta com todas as forças para não se envolver emocionalmente com Tate, pois o passado o fez sofrer em demasia. E é aí que nasce o lado feio do amor, porque quando um não quer, dois não brigam! Mas não é bem o que acontece.

Entre sexo, mistério, entrega, paixão e medo, Colleen nos faz mergulhar nessa história envolvente com personagens que quase saltam do papel de tão bem construídos. Em certos momentos na leitura, particularmente, senti vontade de esganar o Miles por prender tanto os próprios sentimentos e deixar a Tate tão magoada! Mas ele tem seus motivos. E o final é lindo, nos mostra que para ter o lado bonito do amor é preciso conhecer o feio.

Sensacional!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.