e agora?

…Recortes de Leo Fressato, em Borboletinha’’

Mesmo que você me impeça de te amar | Mesmo que alegue insanidade minha | E agora nada mais pode ser feito | Já não posso controlar meu peito | Eu sou o teu carinho | Mas se você faz charme, vermelha florzinha | Te enrolo inteira, durmo de conchinha…

…Partes inteiras do que sinto’’

Se é fim, se foi fim, se está sendo fim! Não sei. Confuso, bem confuso e mais confuso ainda é carregar título de passado, de ex, de foi bom, porém passou!

O termo passar dói quando o sentimento é de perca, quando tudo que se planeja está indo embora pelo ralo… Não sou a personificação de drama, mas o sentir mal me faz espirrar drama. A cada palavra uma lágrima de que uma porta se fecha, e da maneira mais errada e boba que existe…

Então, viver o presente sentindo gosto de futuro é a melhor sensação que já existiu. É acreditar que ainda pode ser possível, que construir uma família ao lado de quem se ama pode ser lindo… Sem mentiras, desconfianças e afins. Apenas o mais puro e verdadeiro amor! Enxergar isso, viver isso e sentir isso é tão tão tão crucial em qualquer relação. Sinta tudo isso e muito mais ao fechar dos olhos, e veja todo um sonho se pelos seus pensamentos, sinta essa energia boa que ti traz toda essa sensação, e verás que não é coisa de filme, de uma menina sonhara que acredita em sonhos até mesmo inalcançáveis por muitos… Mas, sinta essa sensação tão boa de que tudo pode ser possível, passa a acreditar mais nos verdadeiros sentimentos! Enxergue o amor e não o deixe fugir se já o tem em suas mãos…

Uma porta se fecha | DUAS abrem…

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.