Por que o Futebol Moderno quer matar as Organizadas?
André Quintão
199

Um equívoco gigante nesse texto. O caso dos Hooligans teve, na época, clara conotação política, de um governo claramente opressor contra as classes “baixas”. Tirar o pobre do estádio era como tirar-lhe a voz de protesto. Agora, no contexto brasileiro, as organizadas são compostas em boa parte por criminosos, aliás, se escondem em camisas de times para não serem presos. Tráfico de drogas rola solto no meio da maioria das organizadas. A cartolagem brasileira também não é santa, e é obvio que está aproveitando o momento para faturar, e aliás, é tão incompetente que nem isso vai conseguir, mas as organizadas que se degladiam, matam e depedram carros de inocentes domingo a domingo está longe de ser “classe oprimida’.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.