Além de pequeno, azarado.

Esses piratas são mesmo pequenos. Mas além do tamanho diminuto, têm uma infeliz coincidência relacionada com um gigante, que poderia lhe render uma boa grana extra no ano, além de mais exposição da mídia. Nada como a batalha entre David e Golias, mas certamente algo de que o nanico Albion Rovers gostaria de se orgulhar de ter enfrentado.

Albion FC + Rovers FC = Albion Rovers FC

HISTÓRIA

Fundado no longínquo ano de 1882, os Wee Rovers são da pequena cidade de Coatbridge, área com pouco mais de 40mil habitantes situada na margem norte da rodovia A8, que liga a capital do País, Edimburgo, ao centro comercial e financeiro, Glasgow. O clube é a fusão dos times da cidade ao final do século XIX: Albion FC e Rovers FC resolveram juntar forças para duelar contra seus adversários no antigo Meadow Park.

No início do século XX, entrou na Scottish Second Division beneficiado pela expansão do número de membros. Em 1919, inaugurou o Cliftonhill, seu estádio próprio. Hoje, os pequenos piratas podem receber como mandantes 489 torcedores devidamente acomodados em assentos, além de outros 749 em pé ao redor do campo de jogo — totalizando 1238 espectadores.

Atual arquibancada do Cliftonhill, em Coatbridge, casa do Albion Rovers (Divulgação)

Os números atuais são mais de 20 vezes menores que o recorde de público do time, registrado em 1936. Em 8 de fevereiro daquele ano, o Albion Rovers enfrentou o Rangers em casa diante de 27.381 espectadores. A derrota por três a um para o time que viria a faturar o troféu da Scottish Cup daquela temporada é o que nos liga com a coincidência atual…

MISSÃO: CURIOSIDADE

Desde que me mudei pra Escócia, por várias vezes já escrevi e expliquei o calvário do Rangers desde sua falência e rebaixamento para a quarta divisão escocesa. Maior campeão do País, o Gers está na quarta temporada longe da elite, num ano de relativo sucesso que tem tudo para terminar com o último acesso restante para o retorno à elite.

Levando em consideração que o Rangers, junto do Celtic, são gigantes nessa terra de muitos nanicos — sempre futebolisticamente falando — , um questionamento me moveu a fazer o seguinte levantamento: Algum clube, nesses anos de ligas menores, não teve a oportunidade de bater de frente com o gigante Rangers?

Enfrentar os poderosos de Glasgow significa uma renda extra que pode ajudar a salvar as finanças no final da temporada. O exemplo mais recente é do pequeno East Kilbride, da quinta divisão, fez festa ao ser sorteado para enfrentar o Celtic nas oitavas-de-final da Copa da Escócia dessa temporada. Formado por amadores, que ainda precisam de outros empregos de meio turno além da jornada futebolística, o East Kilbride até não fez feio: levou apenas 2–0, mesmo sendo obrigado a jogar fora de casa, já que seu estádio comporta apenas 400 torcedores por partida.

E O FELIZARDO É…

Pois um dos outros 31 atuais clubes que figuram na segunda, terceira ou quarta divisões da Escócia ganhou o título de azarado do período: o Albion Rovers.

Amarelo e Vermelho: aqui na Escócia, as “cores do azar” (Divulgação)

Donos de apenas uma participação na elite local após a segunda guerra mundial, na já também distante temporada 1948/49, os pequenos piratas foram quem cederam lugar para os azuis de Glasgow após o primeiro acesso dessa saga. Enquanto o Rangers conquistava o título da 4ª divisão em 2012/13, o Albion Rovers fez 24 pontos em 36 jogos na 3ª divisão, rebaixado como 10º e último colocado da competição.

Na temporada seguinte, o gigante azul de Glasgow fez incríveis 102 pontos na 3ª divisão, com 33 vitórias e 3 empates, subindo para a Championship. Na Segundona, o Rangers ocuparia o lugar do Greenock Morton, rebaixado como último colocado. Enquanto isso, o Albion Rovers teve um modesto sétimo lugar entre os 10 participantes da League Two, a quarta divisão.

Diferente dos pequenos piratas, o Greenock Morton contou com um pouco mais de competência e sorte dentro de campo. Em 2014/15, o time garantiu retorno para a Championship ao ser campeão da League One, enquanto o Rangers falhou o retorno à elite ao ser derrotado nos playoffs pelo Motherwell, podendo dar o prazer de ser desafiado pelo Morton nessa temporada.

Jogadores do Albion Rovers celebram o título da Scottish League Two 14/15 (Daily Record)

Já o nosso bravo Albion Rovers também teve sucesso na última temporada, garantindo o título da League Two e o acesso para a 3ª divisão. Na atual temporada, os Wee Rovers lutam no meio da tabela e ainda têm razoáveis chances de acesso via playoffs.

MAS AINDA DÁ, ALBION ROVERS!

Para que o Albion Rovers enfrente o Rangers novamente, como fizera na Scottish Cup de 1936, o cenário mais plausível hoje seria um novo revés do Gers em Playoffs pra Elite, aliado com o sucesso dos Wee’s nos confrontos mata-mata valendo vaga na Championship.

Análise de dados e números sempre rende algo pautável, não é mesmo? =P

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.