Visão

Hoje o profissional para ser completo deve ter um domínio de inúmeras habilidades cognitivas, assuntos, análises e, o mais importante em alguns mercados, antever algumas situações.

Visão é a alma do negócio.

Visão é alma do negócio sim, prever problemas ou oportunidades e extrair o melhor de cada situação. Mas antes de pensarmos no negócio ou no trabalho, precisamos pensar em nós mesmos. Quais são nossos objetivos enquanto profissionais em um mercado de trabalho que se torna competitivo a cada dia e que ainda se torna um pouco mais complicado devido ao panorama econômico e social que o nosso país vem passando neste último ano?

E os nossos objetivos só poderão ser traçados no momento em que nos permitirmos conhecer a nós mesmos, o mercado e as oportunidades que nos cercam, fazendo assim um grande plano de vida em que o trabalho está dentro dele.

Estes dias compartilhei uma imagem no Linkedin que eu havia visto no perfil do Facebook de um amigo meu de Florianópolis. Que centraliza o nosso propósito entre alguns elementos fundamentais, tais como:

  • Paixão
  • Missão
  • Vocação
  • Profissão

Quatro elementos que estão diretamente interconectados à nossa felicidade e realização pessoal. Por isso a importância de compreender a si mesmo e o mundo que nos cerca.

Em uma de minhas últimas viagens embarquei por alguns minutos em uma roda gigante localizada na região central de Amsterdam e por alguns instantes me dei de presente a oportunidade de refletir em minha vida e analisar a cidade de um outro ponto de vista.

A chuva fina caindo, combinada com a iluminação do parque no meio da cidade criaram uma outra realidade, um outro olhar sobre o lugar comum.


E muitas vezes o que precisamos é desse novo olhar, refletir sobre tudo que fizemos ou fazemos através de um outro ponto de vista.

No meu caso, através das minhas experiências de vida e profissionais nos últimos dois anos, depois de muito refletir e revisitar escolhas e ações, consigo perceber o que faria diferente e o que manteria da mesma forma. Talvez isso seja a maturidade profissional, aquele momento em que de fato encontramos aquilo que nos direciona a nossa profissão, missão, vocação e paixão. Assim, hoje me sinto muito mais próximo do meu propósito.

Agora, quando retornar ao Brasil, sei realmente o que quero, meus objetivos e metas já estão estabelecidos desde já.

E agora cabe a nós, profissionais dos mais variados setores, encontrarmos o nosso verdadeiro propósito. Assim, mesmo com crise e demais adversidades, encontraremos as oportunidades e poderemos ajudar para que o país se restabeleça.

E você já embarcou na sua roda gigante? Se aproximou do seu propósito? Basta acreditar e buscar um outro olhar sobre o lugar comum.

Bruno Cassio

Facebook | Twitter | Linkedin

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.