Bruno César

Serei eu uma monstra sexual colonizada afeminada acadêmica queer tupiniquim catadora de restos e penetradora de buracos voluptuosos?

Bruno César