Dúvidas em uma sarjeta qualquer

Será que é preciso um futuro para viver?

Nem comida a gente tem e vive. Também, a gente não tem amor, nem casa, nem notado a gente é. Que porra é um futuro?

Eu queria um futuro.

Deixa de viadagem. Eu queria mesmo é uma boa fodida com aquela gostosa da ONG. Futuro, pffu, fica com essa coisa na cabeça que você vai ver. Deixa de ser otário.

Só pra ver como é ser gente normal.

Gente normal?! Você pensa que é gente? Nem estranha, quem dirá normal! Hahahahaha. Mano, agora deu.

O que a gente é, então?

Sei lá, qualquer coisa. Bicho, nada, pobre, mendigo. Antes de querer um futuro, queira ser é gente!

Bom, eu acho que eu sou pessoa e você e ele e ela.

É? Então porque tamo aqui jogado na rua? Gente se preocupa com gente.

O menino sujo que queria um amanhã ficou pensativo, calado. Ouviu o barulho.

O sino da igreja badalou doze vezes. O sol se postou no meio do céu, os dois levantaram-se e seguiram até o Metrô. Era hora de tentar descolar um dinheiro para deixarem a realidade.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.