Por que eu não gostei da apresentação do Switch

Eu estava animado com o Switch. Eu não tive um WiiU, o primeiro console da Nintendo desde o Virtual Boy que não comprei, e estava pronto para voltar. Fui com alguma expectativa para o evento de revelações do Switch, ficando acordado às 2 da manhã no horário de Brasília para assistir, e a cada minuto de apresentação meu interesse diminuiu.

A apresentação foi muito ruim, na minha opinião, e abaixo eu destaquei vários pontos explicando o porquê disso. Eu ainda quero um Switch, especialmente para poder jogar Zelda, e as críticas são principalmente, mas não restritas, à forma do evento em si, como as coisas foram mostradas e o que foi e não foi dito. Eu esperava que a Nintendo tivesse aprendido com alguns erros do passado (vide o fracasso da mensagem do WiiU), mas não foi o que aconteceu.

1) Faltaram jogos de verdade. A maioria das coisas mostradas foram teasers e japoneses bem sem-graça falando. De jogos reais teve Zelda, Splatoon, 1–2 Switch (que eu achei muito tosco, puro gimmick) e ARMS que não me interessou. Enfatizaram demais motion controls na apresentação, algo que quem estava assistindo não queria ver, na minha opinião. O resto foi promessas e datas futuras.

2) Não mostraram direito o sistema do console, só de relance no meio de um outro vídeo. Podiam ter gastado pelo menos alguns segundos navegando pela interface.

3) Não deram detalhes da rede ou do online, só que vai ser pago e que vai precisar do seu smart device pra poder se comunicar com os outros jogadores; por que não fazer isso do próprio console? Ele não tem microfone? Quanto vai ser a mensalidade? Vão insistir em Friend Codes?

4) Faltam poucas semanas pro console sair e não deram a line-up exata do lançamento. Quais jogos serão lançados no mesmo dia, e na janela do lançamento? Na apresentação só ficou claro que aquele 1–2 (que parece tosco) e Zelda serão lançados junto do console.

5) Não falaram detalhes do hardware, que são importantes pra muita gente. Deveriam ter gasto poucos segundos, que fosse, para pelo menos falar alguns detalhes importantes: tecnologia da tela (LCD? OLED? CRT?) e qual o tamanho da memória interna. Nem o cartão / cartucho dos jogos eles mostraram.

6) No Mario, a parte da cidade com humanos, que deve ser o hub principal do jogo, me lembrou demais Sonic Adventure misturado com Sonic 2006 e isso não é bom. Os outros mundos são bonitos, mas aquela cidade destoou demais.

7) A bateria é fraca mas isso era esperado, não tem muito o que fazer. Só me preocupa que o tablet já roda só em 720p e tem essa duração péssima de bateria.

8) E o Virtual Console? Como vai funcionar? Vai ter jogos de quais consoles? Como vai integrar com a conta da Nintendo? Vou poder importar jogos que já comprei no VC em outras plataformas antes?

9) A oferta de produtos, de novo, parece estar sendo artificalmente manipulada. A pré-venda durou quase nada, e tudo leva a crer que a Nintendo vai repetir o que fez com o Wii e o NES Mini. Quem quiser comprar, ou desiste, ou espera muitos meses, ou paga absurdos no eBay.

10) Uma pessoa com um histórico de acertos em rumores e previsões já tinha afirmado e reiterou que o Mario já está pronto ou muito próximo disso. A Nintendo vai lançar ele só no fim do ano porque não tem mais nenhum jogo pra época?

11) A presença de third parties foi uma piada. Só gente tentando elogiar o console, e falhando. O representante da EA parecia claramente não querer estar lá. O Suda51 mostrou uma artwork e só disse que tem conversado com indies. O cara da Sega esboçou alguns elogios. Onde está a Ubisoft? Activision?

12) Depois da conferência a Nintendo começou a dar detalhes espalhados em press releases, no site dela e algumas empresas começaram a dar mais informações úteis em lugares diferentes. Não teve consistência nem organização dessas informações importantes.

13) Preço dos acessórios é um absurdo. 90 dólares pelo dock que não faz nada a não ser ligar na tomada e na TV. 80 dólares pelos dois Joy-cons. Preços abusivos.

14) Num press release falaram que pagar pelo online vai te dar 1 jogo de NES / SNES por mês, mas o texto ficou ambíguo e dá a entender que você pode ter acesso a esse jogo só no mês em que ele tiver disponível. Precisam esclarecer isso.
EDIT 1: infelizmente esta informação foi confirmada, fazendo o jogo grátis ser totalmente efêmero:

15) As únicas coisas boas de verdade na conferência, pra mim, foram os trailers de Zelda e Splatoon. Zelda em particular foi a salvação do evento, já que Splatoon não me interessa.

16) Essa apresentação podia ter sido um Nintendo Direct de 15–20 minutos no ano passado, não um evento tão fraco e com hype que durou meses e meses.

EDIT 2: outro ponto que esqueci anteriormente:

17) Mais de uma década depois da Microsoft criar o sistema global de achievements, e uns oito anos desde que a Sony lançou o seu sistema de troféus, e a Nintendo ainda não fez algo similar? Ou, se fez, não falou disso na apresentação — por quê? O WiiU já deveria ter isso. O 3DS já deveria ter isso. Não ter isso no Switch, então, é ainda mais decepcionante.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.