Sobre o insucesso

Todos nós quando criança se não vivenciamos seja de um lado seja de outro conhecemos aquela situação em que uma pessoa tenta sempre sem sucesso se integrar a um grupo determinado… em geral o pobre coitado se esforça, se desdobra dá tudo de si… pretende e simula todas as características necessárias pra entrar naquele grupo…

Mas o grupo não o quer…

Existe ali alguma coisa qualquer que não deixa esse pobre coitado ser parte daquilo…

Mas o pobre coitado se esforça… não sabe que pelas costas ele é a piada da rodinha… algumas vezes até parece estar integrado quando encontra uma pessoa do grupo pretendido sozinha (que o usa momentaneamente como companhia)… mas no fundo não adianta “Nunca serás…”

Não importa como nem porque… ser aquilo é simplesmente inalcançável…

Não é questão de esforço… não é questão de gosto…a culpa não é do pobre coitado…a culpa é dos outros…


Eu sempre pensei… como é que o pobre coitado nunca percebeu isso… como ele nunca viu que ele esteve sempre à margem… como ele não viu que sempre foi um step descartável só pra horas de necessidade…

Pois bem… o pobre coitado não viu porque estava direcionando todos os seus esforços pra tentar ser aquilo… ele não percebeu porque talvez a sua vontade fosse tão genuína que acabou por ofuscar o seu discernimento…

Eu pensei que nunca seria esse pobre coitado… eu pensei que se isso acontecesse comigo eu iria perceber ou alguém próximo de mim iria me alertar…

Talvez alguém tenha me alertado… talvez eu tenha me recusado a ver… ou talvez eu tenha mergulhado tanto em fantasias que deixei passar…

Eu não quero ser esse pobre coitado… não quero estar nesse lugar onde não me querem… seja um grupo de amigos, seja o lugar onde vivo, seja uma sociedade científica, não quero ser a piada porque tudo o que faço, faço com o coração aberto e dedico todo o carinho que eu posso dedicar


E se existem aí outros pobres coitados espalhados.. Não esmoereçam em suas convicções saibam que esse grupo que os excluí sistematicamente são na verdade àqueles que estão perdendo verdadeiramente a chance de os ter…vocês nao são os pobres coitados… pobres coitados são aqueles outros que perdem pelo medo de dar aos outros uma chance de ser.