#Clubedolivro 2: “Minha lista de prioridades”, David Menasche

Ou sobre como um livro pode te libertar de no futuro ter que largar tudo e abrir uma pousada no nordeste pra voltar a ter brilho nos olhos.

Por Nicole Gonçalves


Aos 34 anos, David Menasche foi diagnosticado com câncer no cérebro. Seis anos depois, com quinze anos de experiência em escolas, David sofreu uma grave convulsão que tirou parte de sua visão, memória, movimentos e -talvez a mais triste de todas suas perdas- a capacidade de ensinar.

Mas David não queria parar. Impossibilitado de continuar dando aulas, decidiu interromper com todos os tratamentos recomendados pelos médicos e através do Facebook, organizou um plano corajoso: uma viagem pelos Estados Unidos sozinho. Viajando de ônibus, balsa, trem, atrás de recuperar sua liberdade e independência.

Atravessando o país para contemplar o Oceano Pacífico antes de perder totalmente a visão, David teve a ideia de usar o tempo que ainda tinha para encontrar antigos alunos e perguntar o que se lembravam do tempo que passaram juntos. Ele havia sido importante? Tinha feito feito alguma diferença? Realmente ensinado algo? Em menos de quarenta e oito horas, ex-alunos de mais de cinquenta cidades respondem oferecendo ajuda e hospedagem.


Minha lista de prioridades é um livro que nos faz pensar sobre a vida em si e sua temporalidade. Professor David, através de sua história, ensina muitas lições que mesmo após algum tempo da última página ter sido ser virada, continuam me acompanhando e fazendo refletir, atingindo assim seu objetivo: dar uma boa aula.

(Foto: Arquivo pessoal)