Da sanidade a loucura

Na vida muitas surpresas vieram e apareceram
As vezes floresceram uma ponta de esperança
E outras fizeram-me achar que não existe a bonança
Mas nenhuma delas passaram, sem deixar a sua marca

Hoje já não sei como, vai ser o meu próximo dia
E tenho que agradecer, por ter ao menos a chance
De ter uma nova alegria

Eu gosto é de lembrar, daqueles momentos tão doces
Ou loucos, ou serenos, sejam grandes ou pequenos
Que já me aconteceram

Não posso deixar que o mal, se aposse da minha mente
Que me tire do controle, daqui do meu consciente
E me faça perder o futuro de novos acontecimentos

Me deixa viver tranquilo, me deixa ser de novo aquilo
Que sempre fui e quero ser
Ser feliz com quem gosta de mim, e com quem me quer bem

Não quero sair da vida em uma porta escura
Fugindo da minha verdade, da minha sanidade e da minha loucura
Eu quero é enfrentar o que for
Viver no calor, torpor
E ter de novo aquela doçura

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Palavras do Fisca’s story.