O dia pontual

Aquele dia foi pontual,
Pontual pra me fazer perder as chances
As pequenas chances que tinha em ter encantar

Te assustei, com minha sinceridade te afastei
Te fiz olhar o pior de mim, naquela ansiedade louca de te querer
Mas era só admiração
Não tem como eu de tão longe me apaixonar

Era só carinho, de um jeito estranho, mesquinho
Mas era só carinho
Queria poder voltar atrás
E continuar com a imagem de você olhando a lua

Mas ainda não aprendi a voltar no tempo
Pra consertar meus erros e refazer os acertos
Tenho que conviver com isso
E tentar reverter o impossível
O inimaginável

Ainda tenho um pouco da sua admiração
Mas não é mais aquela que tu tinhas
Agora é volátil, passageira, e não se importa tanto

Outras coisas ficaram mais interessantes
E a vida vai seguir assim

Sua liberdade nunca contestei, e nunca contestarei
Defenderei até o último dia da minha vida
Mas fico com o coração partido
De ter cometido um erro tão bobo
A ponto de perder o jogo

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.