Pare de besteira: a Criatividade é pra você sim!

Criatividade não é profissão, criatividade não é característica física. A Criatividade é nossa.

"Meu Deus, Blumer, como 'a criatividade é nossa'? Eu sou um físico quântico! Ah, e eu, uma engenheira civil!"

A galera, num consenso geral, tem uma certa mania de rotular a criatividade — como se já não rotulasse coisas o suficiente.

Sim, a foto de destaque do texto possui um "estereótipo" considerado como uma das caras do ser criativo: tatuado, descolado, pincel na mão…

Meus caros, criatividade não é profissão. Criatividade não é característica física. Criatividade não é uma coisa que só poucos seres sortudos e abençoados na Terra tiveram a chance de ter.

Vejamos…

Gosto de caçar as origens das palavras: criar (que dá origem ao criativo, à criatividade) é do latim "CREARE", que significa “erguer, produzir”, relacionado a “crescer, aumentar”.

Instagram @caioblumer

Isso significa que, se você já resolveu um problema na vida, já criou uma solução ou ainda se você já fez uma gambiarra ao menos uma vez na sua vida (todo mundo já fez), eis a prova da sua criatividade.

Eu sempre ouço as pessoas me dizendo: "nossa Caio, você faz vídeos muito legais, escreve super bem, adoro seus textos, queria ser criativo(a) igual você".

A questão é: quais são SUAS habilidades? O que VOCÊ manda bem? O que é que você faz que o processo TE faz bem?

Se é escrevendo, pode ser que sua criatividade se manifeste lá; se é desenhando (coisa que faço bizonhamente, aliás), pode ser no desenho; se é com fórmulas de física, pode surgir numa lousa qualquer também. Se é com cálculos de engenharia, pode surgir uma nova solução em construção.

Faça o que faz bem (que também te faz bem) e a tal da criatividade vai poder se manifestar.

(E se você se interessar pelo assunto, leia “Grande Magia: vida criativa sem medo” da Elizabeth Gilbert, autora da frase aqui de cima. Vale demais!).

É quando estamos fazendo o que fazemos de melhor que nos fazemos sermos melhores.

__
Obrigado por ler! Gostou da leitura? Clique no “coraçãozinho” aqui abaixo e compartilhe o texto com quem gostaria de ler tanto quanto você :)

Eu sou um pesquisador sobre o que nos faz sermos melhores. Clique aqui para conhecer meu trabalho.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Caio Blumer’s story.