Aprenda como é fácil ter mais sorte

Por Caio Swan de Freitas

Não vou recomendar um monte de amuletos, um banho de sal grosso ou um ritual místico, até porque não sou supersticioso.

Não acredito em coincidência, nem na sorte propriamente dita, é tudo uma questão de probabilidade.

Aumentar suas chances = Aumentar sua “sorte”

O que vou falar se aproxima mais a “como melhorar suas probabilidades de acontecimentos favoráveis na vida”, mas isso realmente parece muito com sorte pra quem acredita nela.

Exemplo simples para começar: 100% das pessoas que já ganharam na loteria tem um ponto em comum, fizeram as apostas.

Isso se chama criar a oportunidade, que é o elemento chave para “aumentar sua sorte”.

A aleatoriedade sempre vai ser um fator presente nessas questões de probabilidade, podendo ser mais decisiva, como nesse exemplo de chances baixas da loteria, ou menos, como mostrarei no próximo.

Se tudo fosse previsível, todo planejamento seria perfeito, não haveriam riscos e teríamos uma vida monótona.

Mesmo que em menores parcelas, o aleatório e o desconhecido sempre estarão presentes.

Então, porque algumas pessoas parecem bem mais “sortudas” que outras?

Simples, elas criam maior número de oportunidades, então, probabilisticamente, tem mais chances de “aproveitar a sorte”.

Sorte x Merecimento

Um belo dia escutei: “Nossa, que sorte você deu de nenhuma das pessoas mais experientes da empresa almejarem esse cargo! Parabéns pela promoção!”

Tá de sacanagem, né???

Estudei muito, trabalhei pra cacete e entreguei resultados, agora você vem embasar meu crescimento em sorte?

Isso ainda vai além de passado recente. Foi preciso entrar na empresa, antes se capacitar pra entrar na empresa e antes ainda saber da existência da empresa.

Deu pra perceber a construção da oportunidade?

O aleatório jogou a favor tirando adversários do caminho, mas isso poderia não ter ajudado em nada não fosse minha preparação prévia.

Quer saber como é fácil ter mais sorte? Corra atrás de enxergar melhor as oportunidades.

Um jeito bom de começar é aprender uma nova habilidade, mesmo que não pareça algo alinhado com o que você faz hoje, no futuro ela pode ser essencial pra aumentar suas chances em alguma oportunidade.

Oportunidades do céu (?)

Um exemplo pessoal pra fechar, com 15 anos comecei a aprender a tocar violão, só porque achava legal (e as meninas também haha).

Conforme ia melhorando, comecei também a ter noções de canto, encaixar no tom da música, volume da voz e tal.

Recentemente, passei a gostar de fazer apresentações públicas e no começo desse ano dei uma palestra na Bélgica para empresários juniores europeus que me marcou, ainda mais pela dificuldade da primeira palestra em inglês.

No fim, passei post-its para darem comentários anônimos na apresentação.

Dentre elogios e críticas, um ponto recorrente me chamou a atenção.

Eu conseguia contagiar a plateia, o controle de entonação de voz estava muito bom.

Dois meses depois fui chamado por participantes para repetir a dose num evento em Portugal.

Coincidência?

Esteja preparado para o que vier, quando menos esperar a sorte vai bater na sua porta.