timing

Me disseram que era preciso ter força.
Busquei.

Me disseram que era necessário ir e fazer.
Tentei.

Me disseram que obrigatório querer muito, querer mais do que tudo.
Quis.

E os verbos, agora conjugados no passado, nunca foram tão presentes. Aqui já os coloco também no futuro para antecipar o que vier, porque sempre vem. Buscar, tentar, querer. Não bastava subir no avião, precisava engolir o choro, mas também saber chorar, porque a dor nos constrói, afinal. A saudade nos marca, o medo nos ronda e a vida nunca é carta marcada.

Em 24h tudo acontece. Os sentimentos ficam intensos, a cabeça gira, o corpo transita e o medo — sempre ele — não para de rondar. Tem calçada que faz tropeçar, mas tem praça que faz acolher, e aqui cabem todas as metáforas que a mente conseguir produzir.

Quando vê, você resolve se abraçar por dentro e se encarar, se descobrir, se pintar das cores do mundo. E quem disse que o arco-íris é sempre colorido? Fica preto e branco também, eu tenho certeza. É por todas essas colorações que a vida passou nas últimas horas. É por todas essas calçadas, esses voos, essas incertezas, mas também as descobertas.

Embora a gente busque, tente e queira muito, muitíssimo mesmo, pode ser que nem seja por ali o caminho. E quem vai nos dizer, senão nós mesmos? Hoje, em pleno shopping, vi um guarda-chuva exatamente com todas as cores do arco-íris. É assim, não é? Esperar a tormenta passar… E passa.

Não existe uma competição entre as fronteiras do mapa e as fronteiras do coração. Elas coexistem, essa é a pura verdade. Você quer ir, mas também quer muito ficar. E você descobre, então, que ir e ficar é sempre muito relativo, é muito além de físico. Você se colore, você escurece… Você se transforma. E não, não é porque pegou um avião, é porque voou lá dentro, lá consigo. É porque buscou, tentou, quis.

Me disseram que a vida era difícil.
Eu chorei.

Hoje, sorri.
Amanhã ainda não sei.

Buscarei, Tentarei. Quererei.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.