Cigarros e Cervejas

Minha mãe disse que

(se um dia)

chegar aos 80

seu presente vai ser

um maço de marlboros

e um isqueiro.

Minha mãe sempre

pede os próprios

presentes de aniversário,

mas esse veio antes do tempo

(o suficiente pra chamar

a minha atenção.)

Eu também

convivo com

a vontade

insana

de acender

e tragar.

Sentir o dedo

feder

a nicotina

e alcatrão

(o aroma

da liberdade).

É fácil a partir daí

lembrar das mãos

do meu pai.

E do cheiro

azedo, ácido, forte

que protegia

(intocável)

minha cama juvenil.

Também sinto saudades

de fumar,

assoprar e

roçar

com o cigarro

entre os dedos.

Mas mais do que isso

sinto saudades

de não conhecer

suas vontades

a ponto de transformá-las

em poesias

ruins.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated camila gadelha’s story.