Nosso Lugar

A nossa história ocupava um espaço que não existia antes em mim, nós criamos o nosso lugar, que ficava cada vez maior e ocupava cada vez mais espaço. Um lugar da minha vida que eu nunca tinha ido e que se mostrou pra mim tão lindo, colorido e feliz. Felicidade de um tipo novo, com um sabor de inteiro.

Mas hoje eu olho pro nosso lugar e vejo tudo escuro, parece que existe apenas um doloroso vazio. E a dor é tanta, que as vezes meu desejo é que nunca tivesse acontecido, que esse lugar nunca tivesse se aberto pra mim, que eu nunca tivesse se quer espiado da janela.

Sei que parece até heresia da minha parte renegar tanta felicidade que existiu, dizer que preferia nunca ter acordado do seu lado ou cantado aquela música aos berros na estrada. Mas é que penso que talvez se nada disso tivesse existido, se eu nunca tivesse aberto essa porta e visto como o nosso lugar era lindo, hoje eu não sentiria tanta falta dele e não estaria tendo problemas pra estancar as feridas que ficaram.

Sim, feridas. Talvez você não saiba, mas quando eu tive que sair do nosso lugar correndo, por aquela porta tão estreita que nem você nem eu tínhamos coragem de escancarar e sair de vez, eu esbarrei em tudo, me cortei e machuquei o coração todo, a cabeça toda, a vida toda.
Mesmo depois desse tempo, cada ferida sangra, como se o remédio pra elas existisse apenas no nosso lugar, onde hoje sem você não existe nada além de vazio e quadros na parede, que tornam tudo ainda mais doloroso.
Mesmo assim, na maioria das vezes mesmo sangrando, penso que qualquer preço a ser pago por ter conhecido o nosso lugar é pouco perto de toda felicidade.

Mas hoje não…. hoje eu preferia nunca ter ido lá. Nunca ter descoberto que meu lugar é o nosso.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Camila Leonardo’s story.