Sam Heughan vai explodir sua cabeça com essa entrevista sobre a temporada 3 de Outlander!

Novas informações sobre a nova temporada de Outlander estão aparecendo aos poucos, e estamos todos na vigília ansiosos pelo o que está por vir.

A entrevista a seguir é uma tradução livre feita por mim para a página oficial Sam Heughan Brasil. Originalmente ela foi veiculada no site PopSugar em inglês.

Quando Outlander estreou em 2014 no canal Starz, o drama histórico imediatamente cativou ambos os corações dos fãs da série original de livros de Diana Gabaldon e também de diversos novos fãs que não conseguiram não se apaixonar pela fantasia romântica. Parte dessa enfurecida obsessão com a série, dá-se por conta dos atores principais, Caitriona Balfe e Sam Heughan, que torna o relacionamento de Claire e Jamie é um dos mais eletrizantes da TV.

Já que estamos no meio dessa grande seca até a terceira temporada voltar, decidimos ir até a fonte e dar um pulo no telefone com Sam Heughan para sondar ele com alguns detalhes.

Contudo, ele não entregou todos os bens ( ele é um verdadeiro cavalheiro escocês acima de tudo), ele nos falou um pouco desde as grandes surpresas que os fãs devem esperar nos novos episódios até como foi envelhecer duas décadas entre as temporadas.

POPSUGAR: Eu tenho que dizer, eu adoro as interações que você tem com os fãs de Outlander nas redes sociais. Parece que existem alguns fandoms fortes e solidários com a série Outlander e o elenco parece ter um excelente relacionamento com eles.

SAM HEUGHAN: Eu acho que possivelmente temos os melhores fãs — na verdade eu tenho certeza que temos os melhores fãs. Eles nos apoiam tanto no que fazemos e são extremamente apaixonados e entusiasmados. Eles são bastante discernidos também. Não aceitam qualquer coisa. Quando começamos a fazer a série, os fãs eram a última coisa para quem fazíamos, mas adquirimos novos fãs que também são fãs do livro. Nós amamos interagir com eles. Às vezes nós não conseguimos, ou não temos muito tempo pra isso, mas tem sido ótimo conhecer alguns deles. Tem sido incrível. Após quase três anos, você realmente consegue sentir esse relacionamento com eles.


Sempre que estamos juntos parece certo, e eu não vejo a hora de chegarem os dias de nós trabalharmos juntos de novo.

PS: Eu aposto que sim. Você teve algum momento particularmente memorável com algum deles?

SH: Sim! Ano passado eu estava na marcha do grande desfile do Dia do Tartan em Nova Iorque, e pra mim foi uma experiência incrível. Estar em Nova Iorque, comandar aquela marcha pela sexta avenida… haviam muitos fãs lá, e não apenas fãs de Outlander, mas também os fãs de My Peak Challenge, meu programa de caridade. Foi maravilhoso ter todo mundo lá celebrando a Escócia, e celebrando suas heranças escocesas. Foi realmente algo muito especial.

PS: Haverá alguma coisa nessa nova temporada que pode deixar esses obstinados fãs do livro surpresos?

SH: Nós sempre tentamos estar o mais fiel ao livro que conseguimos, mas é difícil fazer um livro episódico. Eu acho que haverão coisas lá que os fãs irão reconhecer, pois nós colocamos o máximo de detalhes possível, mas terá uns momentos realmente incríveis. Certamente o início da terceira temporada vai se desviar um pouco do livro. Nós vamos mostrar um pouco de Culloden e o que aconteceu com Jamie. Você verá isso, e eu acho que isso é importante, pois nós falamos dessa batalha e dos Highlanders que estão condenados e que eles podem ter sido aniquilados. É uma recompensa para os fãs. Houve um momento em particular que eu não sabia que nós íamos gravar e eu sabia que a equipe não sabia também, e eu fiquei tipo “O que é isso?”. Terá grandes surpresas, mas também haverá alguns ótimos momentos do livro que nós tentamos seguir o máximo que pudemos.


Ele teve que aprender como lutar novamente, e encontrar um propósito na vida. Envelhecer pra ele não foi lhe dar uma bengala e cabelos grisalhos.

PS: Haverá uma grande elipse temporal na temporada 3, que nós já experimentamos um pouco no final da temporada 2 com a parte da Claire. Como ator, você está lidando com o papel do Jamie diferente agora que tantos anos se passaram e ele está um homem diferente?

SH: No livro 3, Jamie é vários personagens. Ele é pelo menos 3, talvez 4 pessoas diferentes. Ele tem nomes diferentes, e basicamente ele não quer ser Jamie Fraser. Ele quer morrer no fim da temporada 2, e ele vai pra batalha pensando que vai. Viver não faz parte de seus planos, e certamente sem Claire, é menos ainda do que ele espera. Ele teve que aprender como lutar novamente, e encontrar um propósito na vida. Envelhecer pra ele não foi lhe dar uma bengala e cabelos grisalhos. Se tornou mais sobre as experiências que ele viveu e como isso o mudou. Eu acho que ele está irreconhecível depois desse tempo. Às vezes vemos o Jaime que conhecemos, mas será uma jornada pra ele voltar a ser o Jamie Fraser.

PS: Nós vimos que o amor entre Jaime e Claire é extremamente forte, mas esse longo período sem o outro teve seu custo. Em que formas você diria que o relacionamento deles irá mudar?

SH: Pra ele, ela está morta. Ela está no futuro vivendo uma vida diferente e ela acha que ele está morto. Ambos criaram uma nova vida sem o outro para tentar sobreviver e lidar, então você pode imaginar que quando eles finalmente se encontram, será verdadeiramente especial. O tempo passou, eles se tornaram pessoas diferentes, mas eles continual tendo esse grande amor um pelo outro e essa ligação. Em última análise — esse amor— , é a salvação deles e o que os traz juntos novamente. Eles tem tanta história. É realmente maravilhoso interpretar esses personagens que tiveram que seguir com suas vidas de onde estavam na temporada 1, mas certamente vocês verão um pouco do que os atraíram no passado.

PS: Você a Caitriona parecem ter uma amizade bem íntima fora do set — isso torna mais fácil para vocês interpretarem marido e mulher?

SH: Ultimamente, sim. Eu e Caitriona nos damos muito bem, e eu sou muito sortudo. Ela é extremamente talentosa e uma pessoa incrível, e nós nos divertimos muito. Na verdade, fazer cenas longe dela, e estar um tempo longe dela, é como perder alguém da sua família. Uma pessoa amada. É muito estranho, e eu não gosto disso. Sempre que estamos juntos parece certo, e eu não vejo a hora de chegarem os dias de nós trabalharmos juntos de novo. HMMMMMMMM ❤


VEJA A MATÉRIA ORIGINAL: AQUI

SIGA A FANPAGE SAM HEUGHAN BRASIL


Quer mais matérias traduzidas? Comenta aqui que se eu tiver conseguindo conciliar faculdade e fandom, eu farei com maior prazer.