Se eu tivesse que escolher uma época preferida do ano, com certeza seria essa. Os dias começam a ficar mais quentes, as roupas de verão podem novamente sair do armário, vestidinhos de amor… Inclusive, escrevo isso com um pijama curto maravilhoso de vaca.
Dias assim parecem renovar esperanças, dar forças aos sonhos, tornar tudo possível. É encantador esse sopro de vida proporcionado por um simples calor (calor humano conta também!).

Talvez eu já tenha escrito sobre isso no ano passado, e provavelmente eu continuarei escrevendo e sentindo, com certeza, essa coisa sensacional.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.