DESNESSERAURIEDADES…

As pessoas que são mais próximas de mim sabem, ou ao menos se prestassem atenção, saberiam, que desde 2000 e bolinho eu tenho meus planejamentos de vida. Curiosamente, passei a botá-los em prática a partir de 2015. Planejamentos, estes que exigem de mim muitas coisas, incluindo paciência e especialmente conhecimento, o que me força a ler centenas de artigos e livros científicos frequentemente. Quem tem o mínimo de conhecimento, sabe o quão complexos esses artigos são e como demandam concentração. Pois bem, volto a dizer que as pessoas mais próximas sabem que eu estou prestes a usar todos esses conhecimentos pelo próximo mês (finalmente e ai que medo). Porém, todos sabem que precisamos de um mínimo para a sobrevivência, ou seja, renda, capital, salário, grana, bufunfa, que eventualmente nos exige trabalhar por horas e horas para receber, muito provavelmente uma merreca.

E ai vocês me perguntam: “Mas por quê você está falando tudo isso?”

Pois bem, imagine eu, cheia de coisas para fazer, trabalhos, aulas, estudos… concordam comigo que o negócio é puxado? Pois é! Me sinto até entregando aqueles trabalhos chatos de faculdade em épocas de prova e fazendo estágio. E convenhamos que quem me conhece sabe que a minha capacidade de dispersão é imensa.

Mas algumas pessoas tem uma crise existencial e de ansiedade tão absurda, que não compreendem, ou simplesmente ignoram todos esses afazeres das outras pessoas. O que na minha modesta opinião é de uma desvalorização sem tamanho. Tem gente que acha que o fato de você trabalhar de casa é coisinha fácil, afinal de contas, você ta trabalhando e descansando. Ahhh, “sabe nada, inocente!”. Como eu disse cima, sou uma pessoa altamente dispersiva, e estar em casa junta com inúmeros fatores de dispersão. O que me causa, na maioria dos dias me afastar do celular, evitar as redes sociais, evitar as cachorras, evitar ir até a cozinha (por isso já deixo água no escritório).

Porém, que me incomoda nisso tudo, nessa “visão” de vida de quem está de fora, é o fato de as pessoas não terem um pingo de consciência sobre essas pequenas questões. O que me incomodada é o fato de as pessoas acharem que porque elas estão em casa, no ócio, tendo tempo para fazer “N” coisas e responder os amigos no exato instante em que eles te mandam uma mensagem na rede social, não significa que todas as outras pessoas sejam iguais. E o fato das pessoas não te responderem, não te atenderem, não falarem com você ou não te darem atenção no momento em que você quer, também não significa que elas não gostam de você ou que não se importam, isso significa apenas que elas ESTÃO OCUPADAS FAZENDO AS OBRIGAÇÕES DELAS e que quando elas estiverem tranquilas, elas respondem.

Confesso que tenho meus amigos mais próximos, aqueles que trocamos mensagens diariamente, de verdade, seja para falar sobre o jogo do Corinthians, a série nova do netflix, os problemas pessoais deles ou até discutir o que comemos no almoço ou no jantar. E eu tenho ao máximo responder todo mundo. FALHOS BRUSCAMENTE NA MAIORIA DAS VEZES, justamente por falta de tempo ou cabeça cheia. Mas isso em momento algum afetou a nossa relação. Mas eu confesso sinceramente pra vocês que esse negócio de “mimimi” desnecessauro por estar ocupada e não responder na hora, me tira do sério. É sério gente, isso é o cúmulo da desvalorização com o trabalho alheio, com a vida alheia por achar que as pessoas estão atoa sem fazer nada.

Outra coisa que me tira do sério é essa gente que acha que estudar é não fazer nada, que estudar não cansa, RISOS pra vocês! Eu tenho vontade de apontar na cara dessa gente e mandar elas irem lá e prestar um mestradinho, assim, de leve, só pra terem a experiência de ver como três questões podem ser incrivelmente aterrorizantes.

E como isso ME TIRA DO SÉRIO MEU JESUS AMADO QUE VONTADE DE DAR UM TIRO NA TESTA DESSA GENTE, PUTA QUE ME PARIU!

Pelo amor de deus né, seres humanos, vamos ter um pouquinho mais de compreensão, de paciência, de compaixão, valorizar as escolhas alheias… Se vocês não tem o que fazer, se vocês não estudam, se vocês não tem esses planos pra vida, vamos compreender que tem gente que tem, QUE É ESQUISITO, MAS TEM GENTE QUE QUER SEGUIR CARREIRA ACADÊMICA, que tem gente que adora ficar com a cara enfiada em livros, artigos, que trabalha o dia todo e chega a noite acabada de tanto ficar em frente a um computador. Tem gente que é responsável, que mal comemora o próprio aniversário por causa de tanta coisa que tem pra fazer é triste, mas paciência, essa foi a escolha feita.

Vamos ter um pouquinho de CONSCIÊNCIA né minha gente, não custa nada!
 VAMOS FICAR FELIZ pela escolha do próximo que todo mundo fica bem! :D

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.