Orgânica

Os fluidos têm insistido
em escorrer pra fora de mim

Insistem eles em se mostrar presentes
Estarem cores, textura, explícitas e aparentes
Manchando e molhando tudo
ao contato com minha pele.
Tudo, inclusive todos
que aceitarem tocar e enxergar
a mulher “suja”, gosmenta, no cio
Chorando de amar
Se virando do avesso pra se autoabraçar
Transformando seu esqueleto
Em alguma
coisa.

Que voa.

Os fluidos enredarão meu casulo
de borboleta?


~~~versão 2

Orgânica

Fluidos vão insistindo 
em escorrer de mim
Desejam eles 
mostrar-se presentes 
Estarem cor e 
textura aparentes 
Manchando tudo 
que se aproximar

Alguns não vão enxergar 
Além de minha sujeira 
Meu choro é amor fluido 
molhando a pele gosmenta

Aqui, viro do avesso 
Para meu auto-abraço 
Transformo meu esqueleto 
Em algo mais escasso

que voa.

Fluidos enredam um casulo 
de borboleta — ou de pessoa?


Originally published at mygrowingarden.blogspot.com on June 6, 2015.