Maybe…

Houveram muitos “talvez na minha vida “..

Muitos eu “talvez eu vou”, “talvez eu volto “, “ talvez eu ligo “…

Talvez eu volte pra casa, talvez não.

Talvez eu fique boa, talvez não.

Talvez eu tenha um emprego dos sonhos, talvez não .

Talvez, eu possa ver a Torre Eiffel de perto, talvez não.

Talvez eu encontre os motivos para eu ser tão confusa, talvez não.

Talvez eu pare de viver os meus medos, talvez não.

Talvez, eu sinta de novo o perfume doce que sai da sua pele, talvez não.

Talvez, eu volte a andar sem ajuda de ninguém, talvez não.

Talvez, eu ande de novo de montanha russa, talvez não.

Talvez eu passe horas conversando com minha melhor amiga, talvez não

Talvez eu espere um e mail, talvez não.

Talvez eu possa olhar na janela e ver o sol sorrindo para mim, talvez não.

Talvez eu não dê adeus definitivo, talvez não.

Talvez, eu possa escrever minhas memórias e publica-las, talvez não.

Talvez eu possa sentir o gosto doce da vida, talvez não.

Talvez eu realize o desejo de pular de pára quedas,para sentir o céu bem perto de mim, talvez não.

Talvez, no futuro eu posso voltar, voltar a ser a mulher que me tornei depois de tanto tapa na cara, talvez não.

Talvez eu volte, talvez não .

Se eu voltar, talvez foi porque acreditei, talvez não…

Like what you read? Give Riquíssima a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.