Podia existir aquelas máquinas de ler pensamentos. Queria muito que vocês pelo menos uma vez estivessem no meu lugar em vários aspectos. Uma das coisas que me atrapalha muito é a tal da ansiedade. Ela está me destruindo kentame. O bom dessa história toda, é que ainda tenho uma mente para me conformar. Começa que pra você entrar nela, já é uma loucura.

Imagina você dentro de uma espaçonave vagando na escuridão eterna aí você vê algo cheio de luzes e cores no meio do nada. A sua intensão é sair do pretume que você se encontra e começa a jornada. Aí você chega num lugar que é do tamanho gigante de um coração e você resolve passear por lá.

No meio do caminho há os mais diversos tipos de sentimentos: Amor, ódio, felicidade, ternura,medo, desespero, raiva, compaixão… todos eles , você quer observar, mas não consegue por um campo magnético chamado ” pessimismo” . OK, pessimismo é uma ruim, mas é necessário esperar o pior sempre das pessoas . Não se preocupem: no meio de tanto pessimismo, ainda vive a esperança que é a árvore central desse lugar.

Esse mundo não tem caminho certo, toda hora muda de direção, mas todos eles , pelo que deu para você perceber, vão parar no mesmo lugar. Às vezes, o caminho é de pedra, outras de gelo, algumas e felizes vezes, os caminhos são rosas , outras parece algo psicodélico…

Mesmo nesse lugar doido, cheio de coisas boas e ruins, cheio de incertezas, você faz uma viagem emocionante, genial, cheia de aventura, comédia e claro não podia faltar o drama.

Minha mente é muito mais psicodélica que vocês imaginam. Eu sou uma pessoa que se tornou vazia por conta das coisas que me aconteceram. O mais difícil todos os dias é colocar um sorriso no rosto e dizer: eu estou bem. Eu não estou bem. Não estou conseguindo controlar a pressão de ter o mundo nas minhas mãos e carrega lo. Queria mesmo era ser normal igual todo mundo. Queria não ter que me esconder DENTRO DE MIM para ser feliz. Cansa saber que você, as vezes, não pode contar com você mesma para certas situações porquê a sua mente não te ajuda.

Like what you read? Give Riquíssima a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.