Recomendo para quem ler, escutar “The Killing moon” do Echo & The Bunnymen

A lua da morte se aproxima, mas com ela o amor...

Limpando a bagunça do seu mundo escuro, você sente algo . Um cheiro ESTRANHO, mas familiar. Você vai tateando as paredes e chega até a estante das ilusões e , depois de muitos anos, Vê ele , todo empoeirado. Você pensa que nunca mais vai usar. Um Belo dia, depois de anos escondido atrás de uma caixa de tristeza, lá está ele. O seu coração. Ainda fede a podridão.

“Porque não jogar fora?"

Você vai em direção a ele , pega e vê que mesmo com toda a podridão, ele ainda bate.

Você olha desconfiado para aquele coração.

" É o meu coração?"
E então, começa a analisar. Vê todas as cicatrizes, feridas ainda aberta, "Mas ele ainda está quente ", você pensa.

Você o pega na mão e senta no chão. Não sabe o que fazer. Não tem idéia do que fazer com aquilo.

"Jogar no lixo , continuar com ele guardado ou engoli-lo com força para que ele volte a bater dentro de você?"

Você passa horas olhando e não sabe o que fazer. "Não posso guardà-lo! Olha às feridas! Mas também não posso jogar fora. Como vou me lembrar um dia do que me aconteceu? "

Você então começa a cheirà-lo. O cheiro podre de ódio..Mas ainda consegue sentir um cheiro Adocicado. Intenso.

Sentado em um chão sujo com todas as suas vergonhas, Você coloca ele perto da sua boca e pensa: 
" Se eu comer, posso Me arrepender. Mas o que me resta na vida?"

E então, você toma a decisão mais importante da sua vida.

Começa a mastigar pedaço por pedaço daquele coração. Cada pedacinho escorrendo sangue, você se lambuza com as ironias, ilusões, desilusões amorosas, dores, humilhações... E apaga em um sono pesado.

Você acorda depois de um tempo e vê que nada mais está bagunçado. O quarto aonde era escuro, existe cores .

Rosa, Roxo, laranja, verde , azul...

A visão também se alterou. Você começa a enxergar tudo o que não via; ri de algumas desgraças, começa a gargalhar! E o cheiro? Aonde antes Era podre, hoje existe o cheiro mais doce que você já sentiu na vida. E o gosto? Antes amargo, agora com um gosto de néctar dos deuses..Sim é ele. Seu coração batendo novamente dentro de você.

Você levanta assustado e vê que que existe alguém batendo na porta. Fica um pouco desnorteado porque há tempos ninguém batia na porta do seu mundo. O medo de abrir existe, Mas existe a curiosidade para o novo. Novas experiências. E então você abre a porta. Mais um susto. Se depara com alguém que conviveu com você há um tempo atrás. Não o reconhece direito, então ele diz:

" Eu senti seu cheiro coração. Eu vim atrás de você."

Então você se lembra quem ele é.

É o amor.

O amor que batia dentro daquele coração.

Você olha malicioso para ele e diz uma única coisa:

" Entre sem pedir licença desta vez e nunca Mais saia de perto de mim..."
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.