Sobre mim, meu coração e alguém

Hoje me encontro assim: 
Querendo andar devagar, vagando pela praia eu ilumino o luar, esse perfume no ar é malbec noir e eu vou esperar, esperar e esperar e no tempo propício eu vou te encontrar. Você é o paraíso, e eu o precipício, te encontro em garrafas jogadas ao mar.

O coração é quem manda, é assim que nois anda! E as crises? Tantas! E quando ele quiser eu vou acompanhá-lo aonde for, buscando o amor com a força divina e o pensamento em ti espanta a dor.

Depois de tanto vadiar pelas festas, senti abrir no meu peito uma fresta e enfim eu tive aquela sensação, uma emoção, é, eu quis me entregar apenas a um coração.

Incrível acreditar que isso aconteceu, logo eu, tão geminiano querendo tudo e nada ao mesmo tempo. Meu amor, ce veio com os ventos e trouxe esses sentimentos tão raros ao meu coração indeciso, melhor, trouxe o que eu preciso.

Like what you read? Give Meu Cantinho a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.