Médium

Entra a menina, chorosa e reclamando:

“ndão bãe, ndão quero ir ver o bédico!”

Em segundos, disparo:

“moça, acho que você ouviu errado. Eu sou o médium! Vejo o futuro. O médico é na sala ao lado.”

Passei o resto da consulta gesticulando como um charlatão de filme ruim. Ao final, ainda prescrevi: “eu vejo que no futuro você vai tomar 10 ‘emiele’ desse xarope!”

A moça não reclamou em nada da consulta, e o exame, despeito dos gestos mirabolantes, foi tranquilíssimo.