Sem Maurício Duque, eleição do Rio Branco tem apenas um pré-candidato

Pré-candidato: Alexandre Mendes é diretor administrativo do clube (Foto: Arquivo pessoal)

O período eleitoral do Rio Branco começou na semana passada com um misto de certezas e indefinições. Ficou decidido em reunião na última sexta-feira que a escolha do presidente para os próximos três anos vai acontecer na segunda quinzena de novembro, mas os postulantes ainda não oficializaram candidatura. A expectativa é de que o pleito ocorra com chapa única.

O atual presidente, Maurício Duque, já disse que não tem interesse em concorrer. Duque, que está no comando do clube alvinegro desde 2008, só cogitava tentar a reeleição caso o time conseguisse o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro. Durante a reunião entre dirigentes e sócios, o cartola disse apoiar o único grupo que demonstrou interesse em montar uma chapa.

Diretor administrativo do clube, Alexandre Mendes é o nome mais forte para encabeçar a chapa. O funcionário público de 47 anos se colocou à disposição para assumir a presidência uma vez que nenhum dos sócios colocou seu nome para ficar com o cargo.

De acordo com o estatuto do Rio Branco, as chapas podem ser inscritas até 72 horas antes do pleito, que vai acontecer na segunda quinzena de novembro, mas sem data definida. Cerca de 60 sócios vão eleger a chapa que formará o Conselho Deliberativo e o Conselho Diretor. Depois de eleito, o grupo vai nomear os membros da Mesa Diretora do Conselho Deliberativo (Presidente, Vice, 1º Secretário e 2º Secretário) e do Conselho Diretor.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.