Negócios baratos

Qualquer conteúdo que opere em nossa mente fora da consciência enquanto estado, é tratado por subconsciente. A palavra poder aparece associada a este termo oito em cada dez vezes. Eu acredito no poder do subconsciente. Também que podemos convidá-lo a concorrer a nosso favor, e do nosso empreendimento.

O ano é 2014: especialistas reforçam em canal televisivo que para o consumidor perceber uma marca precisará vê-la pelo menos nove vezes. Então, além de ampliarmos em peças gráficas o contato que será proporcionado, sua confecção sob o prisma de identidade ajuda-nos igualmente a concorrer para o sucesso.

49,9% das empresas encerram as atividades com até dois anos de existência segundo o levantamento do SEBRAE. Lembrando que o empreendedorismo é a mola que impulsiona a economia, destacadamente no Brasil, e que o mercado no qual estamos inseridos é composto por 99% de outras pequenas e médias empresas, empreendedores como nós, preço não é uma escolha sensata para promoção e consolidação daquilo que você deseja propor.

Não por este, mas através de outro empreendimento que opero há pouco mais de um ano, bastou que respondêssemos o quê, por quê, quando e como entregaríamos a oferta, alinhando todas estas respostas ao cuidado visual não capturado pela concorrência, para que pudéssemos abocanhar a nossa fatia no mercado.

Nenhum outro investimento que você realize para o que se empreende conduzirá um pay back tão reduzido como o que se faz em prol da identidade visual. O que se pode ver, ou melhor, o cuidado que se escolhe mostrar, é relevante, é extremamente relevante, para que o consumidor determine, auxiliado pelo subconsciente, o valor agregado a marca que o toca através de uma solução ou serviço.

Ainda que sejamos impelidos a economizar sempre, o espetacular sentido que é a visão, buscará nos fazer compreender aquilo que nos é apresentado convergindo-nos para um quadro emotivo que rapidamente responde entre outras perguntas, se é efetiva minha necessidade, ou assim posso elevá-la no futuro próximo, e então desejo conhecer já, também o que retorna para mim deste contato em benefício, enfim, se o consumidor responde sim a uma ou mais perguntas, há grande chance de concretizar a relação, mas cuidará de valorizar o que entrega em recursos tal qual você cuida daquilo que entrega e o como o faz perceber.

Sei de negócios baratos, agradeça também por eles existirem, porque é quando podemos nos mostrar em valor, não importa o que você faça.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated cardwiller’s story.