interrompemos a programação de “todo mundo na praia tirando selfie” – para dizer que achei o meu lugar.

quem me conhece sabe. já faz um tempo, um bom tempo, que não passeio pela timeline do Facebook // sei lá, ando meio cansada de tanto conteúdo ~in.útil.

o face parece fake.

- “mas tu adora fotografia”

-sim eu gosto. mas no ~feice, elas estão cada vez ~mais com ~menos sentido. poluído talvez.

- “mas tu adora te expressar”

-adoro mesmo. gosto de compartilhar ideias. compartilhar o que me inspira. dividir. somar. mas no ~feice o conteúdo gera pouco assunto relevante. uma rede onde todo mundo é popular, intelectual, ~da hora. uhu!

como assim?

assim:

pouco assunto relevante. zilhões de eventos. desespero por likes. na série “todo mundo tem vida feliz”.

messenger in.suportável.enxurrada de fotos da vida feliz.


mas eu encontrei ele. ou, ele me encontrou – o “medium”. e, nascemos um pro outro.

uma mistura de blog e rede social.

aqui só tem conteúdo relevante, inspirador e verdadeiro.

um lugar pra se expressar. do seu jeito.

sem vidas inventadas. sem propaganda (sério. no publicity.) clean.

// queria dividir isso com vocês. sei que muitos dos meus amigos desejam algo assim, como eu.

enquanto isso, estou aqui. realizada. ocupada – me inspirando. com um público de 1 seguidor. e tals.

falando com ninguém. falando comigo. sendo eu. simplesmente eu. sem ajuste, sem revisão, apenas escrevendo. sem ponto final

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.