Julia

Gostaria escolher por quem me apaixono, mesmo se perdesse a graça em amar à primeira vista. Porém nunca escolhi a melhor opção, então por que dessa vez seria? Mas arrisco, em meio aos chuviscos de relacionamentos, cercados de empecilhos, exerça sobre mim teus domínios e vamos atrás daqueles destinos, mergulhar de cabeça no futuro, achar nosso paraíso sozinhos.

Quando passa, tento conquistar de longe, como se visse meus olhos marejados de emoção, ou que seja ilusão, de encontrar tudo que sempre procurei. Amante da natureza, sempre tão natural sua beleza, ela é primavera personificada o ano inteiro. As vezes rosa, cheia de espinhos, oras girassol, irradiando bondade. Na hora que a conheci, trevo de quatro folhas, foi o destino contando ao azarado que sou que, finalmente, minha sorte chegou. Daqui pra frente, outone-se e caia em meus braços, meu amor.

Minha vontade era acordar ao teu lado, a ver sonhando um sonho bom, dando um meio sorriso, que me atice ainda mais a te dar um beijo, te acordar com bafo da cachaça que bebemos no dia anterior, ignorar todos os defeitos e curtir esse momento como fosse o único, pois as vezes é.

Sou suspeito ao falar de ti. Admirador número 1 da tua loucura, aprecio tanto a leveza do teu jeito. Enquanto encosta, tira meu ar e me sufoca, sem pensar se vou superar teu carinho. Enquanto você fuma, traga a fumaça no peito enquanto eu te trago no peito, lembrança uma a uma.

Tão linda a forma que é inocente, como se questiona sobre as incertezas, como romantiza a maldade. O mundo deveria ser fácil como pensas, mas não é. Por isso estarei aqui para ampliar teus horizontes, se quiser, ensino o pouco que sei. Acorde, meu amor, o perigo te ronda todos os dias, me faz dormir preocupado toda noite só pelo medo de algo acontecer a ti. Perdoe-me, sou um pessimista, talvez seu otimismo seja o complemento para o equilíbrio que procuro.

Por isso tanto te quero, tu és infinito. Queria ter todo o conhecimento sobre ti, como tenho de meu mais lido livro. Mas a graça é não te entender, reflito se realmente quero lhe conhecer.

Venha, louve junto a mim esta incrível conexão que temos. O que é sei que não sabemos, mas aproveita, quem sabe nunca mais encontremos. Ouça o que nossos toques têm a nos dizer. Olha tudo que sentimos aqui, feche os olhos e abra seu corpo e preencha teu coração com este campo de flores de cores vivas e diversas que são nossos corpos ligados.

Beijo tuas mãos, sinto tua pele e teu cheiro, peço ao universo: jogue ao nosso favor! É intergaláctico o tamanho do que temos juntos. É tão banal a forma que tira minha gravidade e me faz viajar, me leva até o seu planeta e mostre-me tua diversidade, minha querida Vênus.

Maturidade me falta ao estar perto de ti, queria que fosse só nos dois aqui, enquanto ri, me dê sua mão e vamos partir, me diz para onde você quer ir, eu te levo, te carrego, se preciso, com amor te espero.

Claro que a escolheria, fascínio diário seria ver te sorrir, mostrando as covinhas de suas bochechas, onde eu gostaria de enterrar meus mais carinhosos beijos. Teu sorriso tímido, olhos fechados, escondem toda indecência que carrega na mente, pra mim não mentes.

Não diga que dará errado, que és uma bagunça. Tenho meus TOC’s, se bagunce e estarei pronto para te arrumar. Ou convivo com ela, nossos filhos com certeza não seriam calmos, nos afogaremos em bagunça juntos, de mãos dadas. Apenas não diga o que acha ser melhor para mim, se você for um erro, vai ser o melhor erro que eu já cometi.