O problema é que ela nasceu pra reciprocidade,ela não nasceu pro joguinho de ignora que ela gama,aliás o único jogo que ela gosta é baralho,pq ela joga bem.Ela não nasceu para esse mundo em que o outro não permite que ninguém entre em sua vida ou o ame.Ela não tem medo de se entregar. Ela quer sorrir,quer ser lembrada,quer ser tratada como primeira opção. Ela não quer que você lembre dela as 2h da madrugada,depois que nada que você deu certo,ao contrário,ela quer estar ao seu lado até às 2h da manhã te fazendo rir e mostrando para os seus amigos que ela é a garota certa pra você. Ela não se preocupa com rótulos,ela quer ser apenas a sua menina ,sem obrigações e papéis assinados. Ela quer ser quem você pensa antes de dormir e que te faz rir quando você lê uma mensagem sua. Ela não faz questão de presentes caros,ela faz questão de presença. Ela quer ser aquela que faz teu sangue ferver qndo lembrar das noites em que vocês se tornaram um só corpo por algumas boas horas. Ela vai muito além do que tenta transparecer,basta vc se permitir conhecer.

Júpiter

Like what you read? Give Carlinha Chaves a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.