Essa é uma história. Começa agora, sem a ansiedade do que virar o depois, e muito menos, do que será o fim. Nasci em São Paulo, em um bairro que os aplicativos de transporte não funcionam e que taxista nenhum aceita a corrida, extrema periferia, Perus.


Pelas ruas da vida encontrei alguns desvios, entre curvas e retas conheci pessoas, estreitei relações, aprendi mais do tentei ensinar, escutei muito para um dia me atrever a falar.

Estudei mecânica, turismo, fotografia, jornalismo — não terminei no âmbito da formação — me formei na possibilidade de conhecer o novo.

Trabalhei em pizzaria de quebrada, em multinacional alemã, em agência de publicidade com nome de continente. Fotografei ídolos, produzi festas, bandas, brinco de carnaval. Me encontrei na música.

Hoje, em meio aos encontros da vida, aprendi que unir pessoas é meu sentindo de vida. Formentar sonhos, juntar universos, criar novos. Olhar horizontes, apresentar pessoas. Prazer, sou o David.


Like what you read? Give David Carneiro a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.