Eu não consigo mais escrever droga alguma

Ilustração: Henn Kim — Thinking Sharp

se tomo a caneta e não produzo nada
além de uns rabiscos toscos
no canto da maldita página
devo simplesmente aceitar que às vezes
até os que sentem são punidos com
o desprazer em fazê-lo.

ainda que eu grite pelos quatros cantos
e encha a boca para dizer “sou poetisa”
de nada me adianta se o peito esvazia
e me falta ânimo para preenchê-lo
com quem quer que seja
com quem quer que queira.

assim
mesmo que me transborde a mente
quem escreve
nada faz
se o coração secar.