Quero um lugar pra mim

Eu não vim pra ficar. Nem mesmo se amasse o lugar. Vim dar um tempo, um respiro. Vim pedir socorro para as partes que me compõe, para que elas se alinhassem e entrassem em acordo. Pensava que durante esse tempo não teria que pensar no futuro, e sim viver o dia-a-dia, sem nenhum grande plano a ser traçado, ou nenhum grande objetivo a ser conquistado. Apesar de ser um tanto pouco audacioso, não ter nenhum grande plano pode ser tão ou mais trabalhoso.

Like what you read? Give Carol Ferezini a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.