O que fazer?

Vejo muitas famílias em mesas de restaurante, bastante impacientes, sem saber o que fazer com a criança.

Afinal, criança tem muita energia e muitas vezes é difícil que elas fiquem sentadas aguardando a comida.

E o que fazer?!

Algumas famílias optam por não sair.

Outras, optam por restaurantes que nem querem ir, mas que tem espaço para crianças

E tem aquelas que optam por deixar que eles brinquem em jogos de celular ou assistam desenhos em iPads e etc.

Tá tudo bem.
 Todas essas opções! 
 Eu entendo cada um de vocês.

Mas gostaria de dar uma sugestão que mudou minha qualidade de espera no restaurante e que talvez sirva pra você.

Eu sempre ando com um jogo na bolsa: jogo da memória, dominó e até mesmo um caderno de desenho e um estojo de lápis de cor.

Dessa maneira posso ir a qualquer restaurante, como esse mesmo da foto, que a massa é caseira e demora uns 40 minutos para chegar o prato.

E a criança brinca, concentrada e ainda é possível você conversar com as pessoas da mesa, caso eles não queiram brincar junto, claro.

Gostaram da dica?!
 O que funciona pra vocês?!

Meu nome é Ana Carolina Guedes, sou mãe da Maria, idealizadora do Quintal de Trocas e uma apaixonada pela vida.

(Esse não é um post de vendas/comercial — mas o que é bom a gente fala) O jogo da foto é de uma marca que eu amo, a Araquarela, com mãe de obra brasileira. As ilustrações desse dominó da foto são do artista Marcello Araujo, retratando os bichos do Pantanal!