Ah é

me contam de você
e eu esboço uma história
certa de que
é nossa mas
me dizem
que é dela
também

quem nunca
te viu
te quis
te teve

quem nunca
ouviu o teu
to com saudade
to com vontade
to com você

e te teve
achando que
era só ela
e eramos
todas nós
me falam

quem nunca
apagou teus beijos
na mesa do bar
enquanto outra
provava
te contam

e deixou
e se dividiu
entre dor
e hábito
de histórias repetidas que já
são
rotina

quem nunca
te acreditou
e te supôs
fiel de que era só você
e eu

E eramos
eu
você
e elas

quem nunca
relembrou
e perguntou
o que foi de verdade
e o que só foi
pelo gosto
de dizer
que lá se foi
mais uma

quem nunca

se doeu
na amargura de
ter te deixado falar
e se permitido
acreditar?