Querer

Eu quero um coração limpo, sem mágoas ou vestígios de amores passados, quero guardar nessa caixa da vida apenas o que me faz bem, e dos dias ruins só poder guardar aprendizado. 
Eu quero que por dentro faça sol, mesmo que a tempestade pareça colossal ali fora. Quero dos sentimentos a mais florida e longa primavera, e que os dias de inverno sejam também calorosos e gentis.
Eu quero sorrir, de uma maneira totalmente nova e então de uma maneira totalmente antiquada. Eu quero ser eu e ser mil outras, mil outros. O esplendor de poder me expandir, de me mudar. 
Eu quero evoluir, sempre pensar além para sempre me manter bem, quero saber equilibrar minhas tristezas e meus caminhos esburacados, quero a liberdade da alma de ir e vir, de crer e não crer, de ser completamente devota a mim mesma e ao meu potencial. 
Eu quero ser a melhor pessoa para estar comigo mesma, e cultivar o meu amor, o meu querer, pois a única companhia que irá perdurar ao meu lado é a minha própria.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.