Me doei tanto, para tantas coisas e pessoas que esqueci de mim.

Me mandaram me lembrar de mim.

Comecei a lembrar de mim.

Perdi a medida.

Me envenenei tentando me curar. Errei na dose.

Você não merecia.

Por que eu fui egoísta? Pensando em mim apenas. Achando que só eu merecia cuidado e atenção. Eu tava ferida. Tava puta, magoada. Pensei em mim só. Quis me curar e feri quem eu amava.

Você não merecia eu sei. Não estou tentando amenizar nada. Não pode ser amenizado.

Já era. Eu já errei, já vacilei, já fui egocêntrica.

Eu não sei a diferença de orgulho próprio e egoísmo. Amor próprio e egocentrismo.

Preciso acertar a dose.

Vacilei, fraquejei. Por que eu agi assim?

Como consertar?

Tem conserto?

Tem chance?

Você disse que tinha. Mas será que enxerga essa chance?

Será que eu ainda posso te provar algo? Será que tenho esse direito?

Será que tudo que eu fiz foi anulado? Ou ainda há esperança?

Será que eu mereço ter esperança?

O tempo vai dar as respostas mas eu gostaria que elas viessem logo.

Me perdoe.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.