Pijama por estrelas

A pergunta que cê fez, ficou ecoando na minha cabeça "qual a definição da nossa relação"? 
Não me pergunte não, que não tem como explicar. Sei apenas sentir. Sentir. Sentir o coração pulsando em cada átomo, até a sola do pé. Sentir medo de cair nesse abismo, mas ao mesmo tempo me sentir segura com você por perto. Sentir seu cheiro comigo. Sentir o arrepio a cada toque. Te sentir. 
Quando eu olho pra você, eu esqueço que tem um mundo lá fora nos observando. Esqueço que não posso resistir aos encantos que já me deixei vencer. 
Essa tua luz me envolve, me enfeita e apura a felicidade cá de dentro. 
Mas isso não pode continuar.
Não somos só eu e você. Nunca foi.
Estava lendo um trechinho que diz o seguinte:

"Se as mãos não suarem,
Se os corpos não pegarem fogo,
Se os olhos não brilharem,
E se não der vontade de beijar até o último dia de sua vida,
Fuja."

Talvez eu seja apenas uma fuga.

Sabe, a felicidade genuína é sentir-se feliz em ver quem te faz feliz, feliz. Eu não sinto você feliz, tá sempre tão distante e ocupado com assuntos chatos. 
Faça mais por você. Não se cobre tanto. Seja especialmente cuidadoso com você mesmo. 
Eu sou muito grata por tudo que vivemos.
Você foi um erro lindo, mas ainda sim um erro.
E é assim que eu dou adeus a nossa história.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.