O aroma

Tudo muda.
Mudam as preocupações, anseios e necessidades.
Também muda a velocidade com que as coisas acontecem.

Alguns momentos passam como uma montanha russa de rápidas sensações.
Boas, ruins, assombrosas e cheias de frio na barriga. 
O que fica é o aroma de cada curva.
O cheiro enérgico da infância, do primeiro beijo, de mãos dadas e do cinema no sábado à tarde.
O cheiro inesquecível da chegada, do abraço apertado e das lágrimas de felicidade.

O cheiro acolhedor de casa, de família unida e de amor verdadeiro. 
Tão verdadeiro que esquenta por dentro, como um cobertor de carinho.

Na contramão da velocidade com que as coisas passam, estão os aromas que nos fazem permanecer 
pra sentir de novo
e de novo
os melhores momentos de uma vida inteira.


Se você curtiu o texto, não esqueça de deixar a sua palminha! Isso me motiva a continuar escrevendo por aqui. ❤

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.