dia 129 // s o r v e t e

quais as descobertas gastronômicas que você está tendo?#oqueaprendovivendosemcasa, Lisboa

tem uma sorveteria aqui perto da minha não casa que está sempre cheia. filas na porta no final da tarde quente do verão lisboeta. turistas vermelhos que fritaram o dia todo no sol encaram mais alguns minutos de exposição solar na fila do sorvete. acho pateticamente adorável como os europeus ficam em filas para comprar sorvete! bem, ontem depois do almoço procurava um pouco daquele prazer que só o açúcar é capaz de trazer e encontrei a sorveteria vazia. olhei rapidamente para o quadro de sabores e me fixei em algo que desafiou minha imaginação: natas com manjericão. de onde a pessoa resolve que natas com manjericão seria uma boa ideia? quem pensou primeiro sobre isso? quem se propôs a fazer essa mistura? é manjericão picado, batido? isso não vai ficar parecendo um molho pesto? senti um misto de curiosidade e (confesso) deboche por esse sabor de sorvete. mas o desafiei. troquei todas as outras possibilidades seguras por ele. e de repente me vi pensando sobre quantas vezes na vida escolhemos o sorvete de manjericão ou ficamos na segurança do chocolate ou baunilha. não que sejam ruins, pelo contrário, quando bem executados podem ser divinos. mas de acordo que vamos amadurecemos, nos apegamos à ideia de que já sabemos do que gostamos e nem ousamos pedir uma provinha do sorvete de manjericão. acreditamos que baunilha e chocolate nunca decepcionam, por pior que seja a versão. não tem decepção mas também não tem surpresa e descoberta. muitas vezes erramos nas nossas escolhas, mas quando acertamos, temos a possibilidade de tomar um dos melhores sorvetes da vida! #semcasa#nomads #nohome #homeless #globetrotter

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.