O Ambientalismo como bandeira de sobrevivência

É preciso conversar com diferentes segmentos da sociedade sobre o meio ambiente. Para isso, é necessário focar nas consequências concretas do que nós, humanos, estamos agindo e entregando para a natureza. Em um segundo momento, pode-se entrar em pautas de cunho acadêmico. Somente assim, demonstrando o quão desolador e perigoso significa o desmatamento contínuo na Amazônia, poluição dos rios e mares e depois outras pautas mais complexas, é que haverá afinco da população com o meio ambiente.
A partir da conscientização horizontal da sociedade civil, é que a agenda de propostas e ações para a preservação ambiental, e de desenvolvimento sustentável não ficará rotulada, somente, para um segmento populacional (com todo o mérito, tem feito um ótimo trabalho, com resiliência para avançar nas adversidades e é com respeito que abri este parênteses). O engajamento precisa, urgentemente, ser ampliado, visto a lamentável colocação do presidente eleito, do Brasil, a respeito da COP 25.
Logo, o que é a COP 25? Será uma conferência do clima da ONU, a ser realizada em 2019, em que o Brasil tinha se candidatado para sediar. Onde será discutido a efetuação do Acordo de Paris (2015), cujo objetivo é o compromisso de reduzir a emissão de CO2 (dióxido de carbono) a partir de 2020. Ou seja, o país que sediou a ECO 92 e a Rio+20, se apequena, com uma decisão tão mesquinha.
A intenção não é destacar os pormenores desta inabilidade do presidente eleito. O que nos cabe é o alerta de que, quando a preservação ambiental tornar-se um dos alvos a serem desprestigiados de forma contundente, o ecossistema complexo e belo irá gritar.
É então que ficará nítido, na dor, de que Gaia não vê bandeira política. Nós, fazemos parte da Terra, no sentido mais amplo. Por isso, é preciso que haja entendimento de que: meio ambiente não é política de governo, é política de Estado. E que o brasileiro, possa aprender nos próximos meses, a importância de cuidar e manter em ordem o único lar que têm, já que a nossa sobrevivência depende disto.